Email Marketing

tendencias-de-marketing-digital-2017-john-viana

O uso do Email Marketing vem crescendo internacionalmente e, com isso, os consumidores também vêm se tornando mais exigentes. Ou seja, eles não querem apenas receber ofertas e afins, eles estão ansiosos por conteúdo. Creio que, no próximo ano, essa tendência venha a se multiplicar inúmeras vezes.

Portanto, se eu pudesse ter uma previsão para 2017, seria que o Email Marketing irá crescer exponencialmente. Sabendo que 9 em cada 10 brasileiros utilizam e-mail, esse ainda é – e será por um bom tempo – o melhor e maior meio de comunicação corporativo do mundo. E afirmo novamente que as empresas que não conquistarem o seu espaço digital irão fracassar, queiram ou não.

A utilização do Email Marketing precisa ser feita de forma assertiva, evitando spam e similares. Sabemos que nem todas as empresas respeitam isso, algumas até compram listas de email (coisa que não é legal) e saem por aí enviando emails de venda. Até os servidores comuns, como Gmail, Hotmail, Yahoo, entre outros, perceberam isso e começaram uma verdadeira campanha contra spamers. Eles criaram e otimizaram algoritmos para evitar esse tipo de email nas caixas de entrada de seus clientes.

Para combater isso, a melhor forma é criar sua própria lista de emails, coisa que já é comum entre empreendedores digitais da atualidade.

 

tendencias-de-marketing-digital-2017-rodolfo-benetti

Email Marketing somente focado em promoções está fadado a não performar tão bem quanto nos últimos anos.

Focar em histórias que cativam, que gerem interesse e entreguem algo relevante ao usuário deve gerar muito mais conversões!

tendencias-de-marketing-digital-2017-sara-zimmermann

As pessoas não aguentam mais receber tantos emails, mas ainda assim se inscrevem para recebê-los e contam com a sua caixa de entrada para ficarem atualizados sobre alguns assuntos e ofertas.

A dica? Repensar a estratégia de quantidade de emails para focar em qualidade.

Menos é mais, neste caso. Ao trocar 3 envios semanais por 1 diferenciado, o público agradece, fica na expectativa e você garante a leitura do seu conteúdo.

tendencias-de-marketing-digital-2017-pedro-renan

Em 2017 iremos apostar na segmentação e behavior target para melhorarmos nossos resultados com Email Marketing.

Temos diversas segmentações na nossa base. Por exemplo, se o Lead está no topo, meio ou fundo de funil, se ele veio das nossas ferramentas, se ele veio de uma Landing Page, de um eBook, etc.

Isso já é um avanço, mas longe do ideal, pois não mapeia o comportamento de forma completa.

O que estamos apostando agora é em um ciclo de emails interativos de acordo com seu comportamento no nosso site. Por exemplo, se você se cadastrou em uma Landing Page para comprar um logo, vai receber emails para comprar logo. Se nesse período você entrar em uma outra Landing Page para comprar, por exemplo, um site para médicos, automaticamente você irá parar de receber emails de logo e irá receber emails de site para médicos.

Dessa forma esperamos atingir o usuário no detalhe máximo da sua personalizaçãoe com isso aumentarmos o engajamento e receita.

tendencias-de-marketing-digital-2017-rodrigo-nogueira

Você já deve ter percebido que as taxas de abertura e cliques de Email Marketing estão caindo com o passar o tempo, certo? Isso acontece por duas causas principais:

  • 1. A maneira errada de construir a lista de emails (por exemplo, quando o email é conseguido em troca de eBook sem conteúdo, sem direcionamento específico e percebendo isso o Lead não quer mais abrir seus emails);
  • 2. A manutenção errada da lista (envio de emails sem entender qual a hora certa de enviar uma oferta, em qual etapa de conversão aquele Lead está etc).

Eu acredito que somente as empresas que tiverem uma captação e nutrição inteligente de Leads vão ter resultados sólidos, seguindo esses pilares:

  • Entrega de alto valor percebido, e não um eBook descartável para guardar no computador;
  • Inteligência de lista: ter um mapeamento individual dos interesses dos seus Leads baseado em comportamento e não uma sequência genérica para todos;
  • Fazer ofertas no tempo certo e não oferecer produtos errados para pessoas certas no tempo errado, ou pior, oferecer seu produto para pessoas erradas;
  • Campanhas de vendas inteligentes: criar ofertas para as pessoas que dizem não para sua proposta, identificando as objeções e contornando-as.

 

RP e Social Media

tendencias-de-marketing-digital-2017-raphael-lassance

Com a popularização de conceitos como growth e sales hacking, é cada vez maior a quantidade de empresas que estão conseguindo exposição nos canais de mídia de massa com táticas não convencionais, de forma independente e, o mais importante, sem gastar muito.

As startups ditam o ritmo com suas agressivas táticas na busca por rápida tração, mas acredito que em 2017 estes conceitos se fortaleçam e propaguem para todo os tipos de negócios, on e offline.

tendencias-de-marketing-digital-2017-jhon-martin

Indexação do Conteúdo Social. Se você pesquisa por uma notícia hoje talvez você encontre um tweet nos resultados, mas acredito que logo mais veremos tweets e outros resultados sociais.

Não tenho dúvida que a indexação do conteúdo nas mídias sociais será um grande avanço do Google, que poderá usufruir dessa quantidade enorme de dados de social media como respostas a muitas pesquisas, podendo também usá-los como fatores de posicionamento.

Os sinais sociais devem crescer substancialmente como fatores de posicionamento orgânico e acredito que nos próximos estudos já teremos indícios de sua evolução. Agora já não basta só otimizar seu site, é necessário engajar e fazer um bom trabalho de mídias sociais.

tendencias-de-marketing-digital-2017-sara-zimmermann

Em 2017, o vídeo entra ainda mais em cena como favorito do público das redes sociais. Ele também está mais certo das suas preferências, e você tem que acompanhá-lo, seguindo as regras de cada mídia.

O bom conteúdo, aquele realmente planejado e desenvolvido para o seu público, será cada vez mais consumido em dispositivos móveis. Saia do padrão, faça lives, ofereça conteúdos em novos formatos, com relevância e frequência. Teste seu público até chegar às suas preferências. Depois, continue testando.

A briga entre Google AdWords e Facebook Ads vai aumentar, e espera-se que os anúncios do Facebook encareçam em até 5 vezes em 2017.

Com o aumento de investimento na maior rede social do mundo, os budgets reservados para os links patrocinados do Google estão caindo.

Com isso, o Google AdWords deve ser ainda mais atualizado, com opções de segmentação e outras informações de BI relevantes para atrair os anunciantes.

tendencias-de-marketing-digital-2017-carlos-muller

Transmissões ao vivo também devem ganhar muita força, levando a experiência de vídeos para um novo patamar, proporcionando a qualquer pessoa trazer o seu ponto de vista sobre eventos, festas e acontecimentos ao redor do mundo.

Nessa estratégia, o Facebook Live é a bola da vez para engajar e impactar nas redes sociais.

tendencias-de-marketing-digital-2017-felipe-spina

Acredito no machine learning para campanhas em Marketing Digital, podendo ter mais inteligências em dados em base de histórico de clientes e nichos de mercado. Explorar mais resultados com base nesses números, como saber o melhor horário de disparar uma campanha de email, qual melhor horário postar nas redes sociais, tipo de palavras-chaves utilizar, quais campanhas trazem mais vendas etc.

Outra tendência é o web scraping para extrair dados a partir de uma outra fonte, como um outro site ou banco de dados. Dessa forma,você poderá ter mais informações sobre possíveis clientes para prospectar.

 

Marketing de Conteúdo

tendencias-de-marketing-digital-2017-rafael-rez

A principal tendência que vejo em 2017 é a de otimização de recursos: ao invés de abrir dezenas de frentes de Marketing Digital e atuar em várias redes sociais, vários canais de relacionamento, várias mídias e fontes de tráfego, os negócios maduros vão se concentrar na Lei de Pareto: otimizar as 20% de fontes de tráfego responsáveis por 80% dos resultados do negócio.

Os canais digitais estão se tornando mais complexos e integrados, mas ao mesmo tempo é mais caro estar em todos os lugares. Por isso, é fundamental medir, gerenciar e otimizar recursos para conseguir ganhar escala e crescer em 2017!

tendencias-de-marketing-digital-2017-rodolfo-benetti

metodologia do Inbound Marketing está cada vez mais presente nas estratégias de comunicação das empresas!

O usuário está cansado de receber somente promoções e ofertas e está sedento por informação.

Focar no conteúdo de qualidade, que eduque, que ajude o usuário e seja relevante é um passo sem volta para quem quer se destacar na internet.

tendencias-de-marketing-digital-2017-miguel-brandao

Uma vez mais, 2017 será um ano cheio de conteúdos em todas as áreas do Marketing Digital! Para todos os empreendedores digitais o foco deve ser este mesmo: dar respostas aos seus usuários com bons conteúdos, sejam em texto, vídeo ou outro formato.

Portanto, acho que a criação de bons conteúdos a pensar em dar a devida resposta, ao que o usuário está à procura, será provavelmente a melhor solução e a principal tendência nas diversas áreas do Marketing Digital. Este será o desafio para 2017.

tendencias-de-marketing-digital-2017-jhon-martin

Conteúdo denso: no começo o conteúdo era rei, mas o rei perdeu a majestade. Aos poucos era necessário criar um conteúdo diferenciado, o famoso conteúdo épico, melhor que todos os outros. Mas agora parece que todos os conteúdos querem ser épicos, então qual a próxima onda?

A verdade é que os usuários estão cansados de encontrar o mesmo conteúdo maquiado com palavras e gráficos diferentes, um atrás do outro. Talvez a próxima grande tendência seja o conteúdo denso, que é aquele que oferece uma grande quantidade de informação de maneira direta e objetiva – em outras palavras, mais eficiente.

O conteúdo denso também pode ser rico em tipos de conteúdo e veremos posts com texto, vídeos, áudios e diversas incorporações. É a volta da multimídia, palavra que encantava o mundo na década de 90.

Vídeo: por falar em conteúdo densos, nada mais denso do que um vídeo, não? Se uma imagem vale por mil palavras, por quantas palavras vale um vídeo?

Os usuários estão cada dia procurando mais por vídeos e esse tipo de conteúdo pode ser diferencial para o seu negócio, principalmente agora com a facilidade para se conectar em uma boa conexão Wi-Fi, seja no trabalho ou em casa.

Também não custa lembrar que o YouTube é o segundo mecanismo de pesquisa com mais buscas e que se você criar conteúdo nesse formato pode ter grandes benefícios por esse canal também.

tendencias-de-marketing-digital-2017-denis-andrade

Vídeos: nós estamos vivendo hoje o boom dos vídeos, mas ainda não atingimos o auge da mudança.

No próximo ano veremos uma mudança ainda maior no formato em que os vídeos para internet são produzidos.

Hoje nós herdamos o formato horizontal, clássico do cinema e da TV, porém com o domínio dos dispositivos móveis esse formato irá mudar para vertical.

Nós já começamos a ver essa mudança com aplicativos como Snap e a tendência é que ele seja cada vez mais usado em outros aplicativos, redes sociais e sites.

Outro aspecto que prevejo é a qualificação da produção de conteúdo como um todo.

tendencias-de-marketing-digital-2017-raphael-lassance

Nos últimos anos tivemos um boom do Marketing de Conteúdo com uma quantidade enorme de blogs, artigos, listas, eBooks e infográficos sendo produzidos, mas grande parte deles feitos com conteúdo de baixa qualidade

Isso terá que mudar já que conteúdo de baixa qualidade não propaga, não traz retorno financeiro. Quando se trata de conteúdo, qualidade é mais importante do que quantidade.

tendencias-de-marketing-digital-2017-vitor-pecanha

Personalização de conteúdo: todos os profissionais de marketing sabem que um conteúdo que é personalizado para a sua audiência possui um maior engajamento e traz melhores resultados.

Hoje, mais do que nunca, temos vários recursos à nossa disposição, que nos permitem personalizar o conteúdo entregue para cada segmento de nossa audiência, e acredito que em 2017 eles começarão a ser amplamente usados pelos profissionais de marketing. Logo, se você ainda não personaliza seu conteúdo, é hora de começar. Mas como fazer isso?

Não consigo passar por todas as possibilidades aqui, mas alguns esforços mais simples que já podem dar resultados rápidos são:

  • Segmentar a distribuição nas redes sociais baseado em segmentações avançadas (como promover o mesmo post com títulos diferentes para vários segmentos no Facebook, para aumentar o CTR);
  • Fazer disparos segmentados de emails, com o mesmo email sendo criado em várias versões para segmentos distintos. Para você ter uma ideia, na Rock Content cada email possui em torno de 6 versões distintas, o que triplica nossa taxa de abertura;
  • Usar automação de marketing para entregar conteúdos personalizados de acordo com o momento da jornada de compra do cliente.

Se existe um ponto principal a ser levado sempre em conta é que a personalização de conteúdo requer um trabalho constante de captação e tratamento de dados, por isso sempre que possível use cookies, tags e outros recursos para capturar dados dos visitantes.

tendencias-de-marketing-digital-2017-renato-mesquita

Uma das principais dicas que eu tenho para dar neste ano é: atualize conteúdos antigos do seu blog! Sabe aquele artigo do seu blog que foi publicado há algum tempo e que está estagnado nas páginas de busca? Essa estratégia é exatamente para ter resultados com esses artigos.

Isso significa que você não precisará criar um conteúdo completamente novo. Uma simples atualização naquele artigo antigo já pode fazer uma grande diferença no seu resultado orgânico.

As melhores oportunidades para atualização estão entre a 10ª e a 20ª posições nos motores de busca. Encontre estes artigos do seu blog, identifique as melhores oportunidades e atualize essas peças agora!

Fonte: Resultados Digitais

Novidades Ramo Sistemas

Preencha seus dados para ficar por dentro

de todas as novidades da Ramo:

Obrigado!

Clique abaixo para começar agora: